artigos técnicos


Marcha para agradar, não para enganar

 Por todo o Brasil acontecem Concursos de Marcha para eqüinos ao longo do ano. São competições já consagradas e inseridas em nossa cultura rural. Certamente, é a atividade eqüestre mais praticada no país.

Em um Concurso de Marcha, o juiz avalia os concorrentes em categorias separadas, para machos e femeas, das raças Campolina, Mangalarga Marchador, Piquira e Pampa, além da tradicional Prova de Marcha dos muares Pêga. Entretanto, na Bahia, Estado que aloja a maior população de equídeos do país, onde acontece anualmente o Campeonato Baiano Cavalo de Passeio, os concursos são divididos em : Marcha Picada, Marcha Batida, Largo, Marcha Trotada e Trote. Em muitos eventos, são freqüentes os concursos paralelos, para escolha dos três melhores cavaleiros mirins e amazonas. .

Nas pistas de julgamento, geralmente ovaladas e de grama, freqüentemente adaptadas em campos de futebol, as cercas ficam cheias com as torcidas organizadas, que fazem muito barulho. A pressão sobre o juiz é tremenda. Às vezes, sobra para a mãe do juiz também. As vaias são usuais e sempre acontecem quando o "Doutor" julga dando preferencia para a tal "Marcha Diagonal", da moda, imposta pela Associação Brasileira dos Criadores do cavalo Mangalarga Marchador. Já as marchas "Picada" e de "Centro", são unanimidades, pois todos aprovam. As diferenças entre os concorrentes passam a se prender em aspectos inseridos nos parâmetros de avaliação técnica: Comodidade, Estilo, Regularidade, Rendimento.

No quesito Comodidade, que é o mais relevante, em se tratando de um eqüino de marcha, o juiz deve montar para sentir o nível dos abalos, ou atritos, resultantes dos apoios de cascos e eventuais oscilações indesejáveis dos membros.
Quanto ao Estilo, o juiz avalia a elegância dos deslocamentos, a harmonia, energia, equilíbrio, estabilidade da garupa, pescoço e da cabeça.
A Regularidade é um quesito mais fácil de ser avaliado. Uma vez iniciado o concurso, que tem duração variando entre 20 a 40 minutos, o animal deve permanecer na mesma cadência e tipo de movimentação. .

O quesito rendimento é dos mais polêmicos, pois cavaleiros espertos forçam o ritmo da marcha, às vezes tentando mascarar uma marcha que chamamos de "bastarda", pois deriva do Trote, herdado de algum dos ancestrais. Na verdade, o rendimento da marcha relaciona-se com a amplitude dos deslocamentos e não, necessariamente, à velocidade. Em um Concurso de Marcha, as velocidades de competição variam de 12 a 15 Km/h, podendo alcançar mais de 20 Km/h na modalidade conhecida como "Largo", a qual faz tremendo sucesso nos Estados Unidos (Paso Finos de Performance) e na Alemanha (Iceland Poney). No Brasil, em um passado não muito distante, o "cavalo de largo" era aquele escolhido para buscar a parteira no vilarejo mais próximo.

Indubitavelmente, o cavalo de marcha é uma realidade nacional, uma verdadeira paixão nos finais de semana, em regiões localizadas longe da orla marítima. Dezenas de associações e centenas de núcleos e clubes de criadores que congregam aficcionados por este tipo de cavalo, promovem os Concursos de Marcha, que deveriam servir de referencial para as elites que comandam os rumos da criação nacional, através do Serviço de Registro Genealógico e das Exposições oficiais (Especializadas e nacionais), nas quais os resultados dos Concursos de Marcha quase sempre desagradam a maioria dos espectadores.

Os padrões raciais aprovados pelo Ministério da Agricultura definem muito bem as boas marchas. Contudo, o velho e sempre novo "jeitinho brasileiro" inventa modismos que somente enganam aqueles que não conhecem uma marcha pura, ou que jamais sentiram a satisfação de montar em um cavalo de "Marcha "Picada" ou de Marcha de "Centro", aquelas legitimas, sutis, com o animal "rolando" seus membros com extrema suavidade e brilhantismo, em um descompasso que produz ruídos que mais parecem uma orquestra sinfônica afinada. Marchar para agradar, não para enganar, eis a questão!

Voltar


CURSOS ONLINE
CLICK NO BANNER

Itaporanga-SE
Francisco Garcez
(Tito) - (79) 9977 8000

Carvalhos-Sul de Minas
Prop. Fernando Pizza -
(35) 3345 1552
Haras Boa Luz Seleção Mangalarga Marchador Marcha Picada pelagens pampa de preta e preta